Sim, tu sabes que a tua mente não para, andas agitada, a tua vida tem muito stress, irritas-te com coisas que não o merecem e não tens tempo para o que é importante.

Sim, tu sabes que andas cansada, sem energia e que seria tão bom poder descansar um pouco, tirar um tempo para ti, para te cuidares ou simplesmente para estares sem fazer nada e sem culpa.

Sim, só tu sabes como às vezes é difícil estar contigo própria e  como já não aguentas mais o cansaço, a frustração, a tristeza, a dúvida, a ansiedade, o medo e a raiva que sentes dentro de ti.

Sim, tu sabes como já era assim há um ano atrás e como vai continuar a ser assim daqui a um ano se nada fizeres, mas já tentaste tudo e nada resultou, parece que andas em círculos.

Sim, tu sabes que devias fazer meditação, e que seria bom andar mais calma, e conseguir pensar com clareza sobre todas as coisas que não estão bem na tua vida e que precisas resolver.

Sim, tu sabes que a meditação te iria deixar mais calma, mais relaxada, e que seria um alívio ter um pouco menos de stress e ansiedade, sentir mais energia, perceber com clareza o que queres fazer e porquê, e ser capaz de confiar que és capaz de o fazer.

Mas não és capaz de fazer meditação. Não sabes. Já tentaste mas a tua cabeça não para. Não és capaz. Fizeste algumas vezes mas depois não tinhas tempo e paraste. Experimentaste umas vezes, mas fazer sozinha em casa é difícil e não tens disciplina suficiente para isso. És demasiado preguiçosa. Demasiado distraída. Demasiado ansiosa. Demasiado desastrada. Além disso a meditação contigo não resulta. Ficas ansiosa. Agitada. Não tens paciência. Dá trabalho. E não é divertido. Preferes ir ao ginásio. Ou fazer uma massagem. Ou talvez fazer uma aula de Yoga. Ou apenas relaxar no sofá a ouvir música.

Em todo o caso também não tens tempo para nada disso, por isso é melhor deixar estar. Assim, como está. Está muito bem. Afinal já é assim há tanto tempo, porque não deixar estar mais um ano? A tua vida não é assim tão má!

Tens uma família que te ama. Tens um emprego de que gostas mais ou menos, (quer dizer, poderias gostar se não fossem os colegas, os directores e os clientes, e o salário e os horários, e os regulamentos e os relatórios). Tens os teus amigos que já não vês há dois ou três meses, (ou será dois ou três anos?) mas com quem sabes que podes sempre contar. E não tens nenhuma doença grave!

Sim, está tudo bem! Apenas te sentes um pouco agitada, stressada, cansada, sem vontade de fazer as coisas, ansiosa, triste, insatisfeita, culpada, frustrada, tensa, receosa, insegura, assustada, sozinha, incompreendida, zangada, irritada, farta de estar contigo própria, com a sensação de que a cabeça vai explodir e o coração colapsar de tão apertado… nada de mais!

Sim, eu sei tudo isso. Eu sei exactamente o que é ter a cabaça cheia com estes pensamentos. Que se repetem e repetem e repetem. Tão cheia que não cabe lá mais nada. Sei que tens a mente cheia e por isso não vou dizer nada para ela me ouvir. Não vou gritar para ser ouvida por cima de todos esses pensamentos. Mas vou falar baixo, muito baixinho.

Vou sussurrar-te ao ouvido para que o teu coração possa escutar:
És especial. És extraordinária. És única. Não há em todo o Mundo, nunca houve e nunca haverá, ninguém exactamente igual a ti, com os teus únicos super-poderes.
O Mundo precisa de alguém como tu. Com o teu coração. Com a tua Coragem. Com a tua capacidade de amar. Com a tua Criatividade. Com a tua Força.

Mereces e desejas estar em Paz e ser Feliz. Mereces e desejas  viver uma vida com sentido e realizar todos os teus Sonhos. Mereces e desejas encontrar-te e resgatar a Vida que te Pertence.

Porque não parar, agora? Porque não reconhecer esta inquietação, agora? Porque não escutar este chamamento para a vida, agora?

O que precisas de fazer para que 2018 seja o ano melhor de sempre?
Precisas de permitir que assim seja. Precisas de estar presente. Precisas de parar. Precisas de parar a busca incessante. De parar a correria. De parar a culpa. De parar a exigência. Precisas de parar de fazer. Assim crias o espaço necessário para que o que trazes em ti se manifeste.

Quando começas a fazer as pazes contigo própria começas também a criar as condições internas para que os teus Super Poderes se manifestem no Mundo Exterior. É assim que a transformação que queres fazer acontece. É isto que significa Mudar o Mundo de Dentro para Fora.

Não tem que ser assim tão difícil! E depende inteiramente de ti!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *